sábado, 27 de agosto de 2011

A prisão da amizade.



Bloqueio-me nos cantos mais escuros. Cobrindo-me longe de seus olhos e ouvidos.  Gritando e me apegando a cada grito.  Esperando a chegada da anti-esperança.  Desejando a queima da essência de sua alma gelada. Eu vi um vislumbre de pesar em seus olhos, mas você continuava com esse seu rancor que matou o seu vigoroso e reluzente brilho. E só me restava tormento.

Com sua ignorância, você me deixou cair no pior dos infernos e me perder no mais perigoso labirinto. Sabia que estava lentamente me perdendo dia após dia. Consumi a mente a forçar-me a permanecer ao seu lado. Porque ainda sonho que poderia ser capaz de ajudar.  Mas eu consegui achar o impossível.

11 comentários:

ellen anceski disse...

adorei o teu blog, já estou te seguindo..
http://e-anceski.blogspot.com/

Inez disse...

Seu texto demonstra o quanto os jovens querem ajudar outras pessoas.

Alexander Lippestad disse...

Your blog is amazing and so is also your photography! I'm sure one day I will see more from you and your fabulous photo work!

Greetings from Norway :)

Alexander Lippestad disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eros de Vênus disse...

Profundo... Parabens pelo blog.

Kadja Souza disse...

Parabéns pelo blog, gostei!
Bjo

http://loucohormoniofeminino.blogspot.com/

Larii disse...

Muito muito bom !

http://estou-lendo.blogspot.com

Bárbara disse...

Muito lindo seus textos...seguindo...=D

Sarinha :) disse...

Amei, de verdade!
Muito lindo.
Beijo

lollyoliver disse...

Amei de verdade o texto, muito lindo. Mostra o quanto os jovens e não só os jovens talvez querem ajudar as outras pessoas, o que é algo que realmente precisa ser feito, para mostrar que podemos fazer ou ser a diferença!
http://lollyoliver.wordpress.com/

- Ugly Doll ♀ disse...

Belas palavras!